Home
PortuguêsEnglish

Brasil ganha posições e fica em 5º em ranking de envio de spam

O Brasil ocupa a quinta posição entre os países com maior volume de spam enviado no mundo, segundo relatório divulgado nesta terça-feira (14) pela empresa de segurança Symantec, com base em dados de 2008. Com isso, o país ganhou sete posições no ranking, na comparação com 2007, quando ocupava a 12ª posição.

Segundo o estudo, o país foi responsável por 4% das mensagens maliciosas enviadas em 2008 -- no ano anterior esse índice era de 2%. Os Estados Unidos lideram a lista, apesar de sua participação ter caído de 45% para 25%. A Rússia aparece em segundo com 6%, seguida por Turquia (5%) e China (4%).

A Symantec afirma que o volume de spam enviado na internet cresceu 192% em 2008, chegando a 349,6 bilhões de mensagens, contra 119,6 bilhões de 2007.

Levando em conta toda a atividade maliciosa na internet, como ataques a redes e "phishing" (furto de dados pessoais pela web), o Brasil também ocupa a quinta posição, concentrando 4% desse tipo de ação. Em 2007, o país ocupava o oitavo lugar, com 3%. O ranking é liderado pelos Estados Unidos (23%), seguido por China (9%), Alemanha (6%) e Reino Unido (5%).

"Países como Brasil, Turquia, Polônia, Índia e Rússia devem continuar elevando sua participação, à medida que têm grande crescimento de infraestrutura de internet e aumento no consumo de banda larga", afirma a empresa, no estudo.

"Países que têm uma infraestrutura de internet nova e em crescimento tendem a registrar aumento da atividade maliciosa até que medidas sejam tomadas para conter isso", diz o relatório.

Fonte: Folha Online

Design: Fábrica de Criação • Copyright © 2013: ABCF e APCF